Notícias

Amplitude Net e JP Sá Couto criam o World VDS – Corporate TV – Do it yourself!

Partilhar:
20 de Fevereiro de 2008

O projecto World VDS é uma plataforma de Corporate e InStore TV de baixo custo, destinada especialmente a Empresas com orçamentos reduzidos ao nível da comunicação audiovisual.

Faz pois todo o sentido criar uma plataforma desta índole mais acessível, simples mas completamente profissional. O World VDS é essa plataforma.

O World VDS nasce de uma parceria da JP Sá Couto/Amplitude Net, estando a ser planeado o seu lançamento a uma escala global.

Trata-se de um projecto altamente inovador, quer pelas tecnologias utilizadas, quer pela plataforma de gestão, de fácil instalação e operação, mas acima de tudo, pela sua filosofia.

O grande passo em frente é o facto do World VDS possuir uma galeria de conteúdos de alta qualidade: fotografias e vídeos da Corbis, um dos líderes mundiais em bancos de imagens, periodicamente actualizada através de novos conteúdos Corbis e dos membros da VDS Tribe, a comunidade de designers e criativos que trabalham para o WorldVDS. Com este magnifico conteúdo, torna-se mais simples criar uma emissão de TV Corporativa atraente e profissional, impondo assim o World VDS como a plataforma massificadora deste nicho de mercado devido não só ao preço mas também à qualidade do conteúdo disponível.

Através desta nova estratégia, aquela que é normalmente a maior parcela num projecto de Corporate TV ou InStore TV, a produção de conteúdos, fica muitíssimo reduzida. O World VDS vai ainda mais longe, uma vez que o software é gratuito e os custos de hardware são substancialmente reduzidos.

O conceito de VDS Tribe é também altamente inovador: implementar o conceito de comunidade e de user generated content, tão em voga na 'web 2.0', numa relação de mútuo benefício. O World VDS assenta em três elementos principais:

  •  WorldVDS, ou seja, o website, onde os utilizadores se registam para iniciarem as suas emissões e onde pagam as suas licenças. Os utilizadores terão um mês de período experimental gratuito, findo o qual será necessário efectuar um pequeno pagamento mensal para poderem manter as suas emissões. Os pagamentos são feitos através do PayPal, um programa seguro de troca de dinheiro, aceite em todo o mundo. A subscrição de licenças é a base do modelo de negócio do WorldVDS. 
  • VDS Server: outra interface web, onde os utilizadores criam as suas emissões.
  • VDS Player: o "coração" de todo o sistema, o software (Abobe Air) que vai "emitir" as emissões definidas pelos ultilizadores, de acordo com a estrutura definida no VDS Server.